A SEXUALIDADE E A ADOLESCÊNCIA: RELATO EDUCAÇÃO EM SAÚDE DE EXTENSÃO EM ESCOLAS BRASILEIRAS.

  • Dany Geraldo Akramer
  • Cayla Carolieva Fernandes Ferreira
  • Cláudio Rudgere Amarante da Silva
  • Édilla Juliana de Macêdo Diniz
  • Caio Magno Fernandes Ferreira
  • Gutembergue Lucena de Azevedo
Palavras-chave: Adolescentes, Infecções sexualmente transmissíveis, Relato de Experiência

Resumo

A adolescência é o período onde se inicia as relações
afetivas e sexuais, apresentando maior vulnerabilidade às infecções
sexualmente transmissíveis (IST) por falta de informação
e conceitos equivocados. Sendo importante ações de extensão,
nesta conjuntura, pois atuam como mediadora na comunidade
adolescente, levando conhecimentos e/ou assistência com possibilidade
de transformações mútuas e troca de conhecimentos,
uma vez que a educação ao público é considerada um dos meios
mais efetivos na redução da disseminação das IST. Neste contexto,
este estudo objetivou relatar a experiência da educação em
saúde sobre sexualidade, através de atividades de extensão em
escolas públicas na cidade de uma Santa Cruz / RN. Tratou-se
de um estudo descritivo, do tipo relato de experiência, com ações
voltadas para estudantes (entre 15 e 19 anos) do ensino médio de
escolas públicas da cidade de Santa Cruz/RN. As ações englobaram
atividades no modelo pedagógico que se fundamenta na
educação conscientizadora/problematizadora e dialogal de forma
participativa e expositiva através de rodas de conversas, exposição
de microscopia, modelos anatômicos e material informativo.
Através do dinamismo na atividade, oportunizou-se aos jovens a
construção de processo educativo, mediante resgates de suas
experiências e crenças, a reflexão e crítica sobre uma sexualidade
saudável.

Publicado
2020-05-14